27 dezembro 2009

Análises? Para quê!?

Já deu para perceber que, os poucos doces que comi estes dias, já foram suficientes para deixar o meu sangue mais que docinho.
A julgar pela quantidade de picadas de melgas que tenho espalhadas pelo corpo !!!
Que nervos !!!


Longe vão os tempos em que estas malvadas só apareciam, ou seja me picavam, no Verão


26 dezembro 2009

O que 2010 nos vai trazer


F E R I A D O S e a possibilidade de umas quantas pontes…

ü 16/02 é o Carnaval, ou Entrudo, como preferirem. Tal como nos outros anos será a uma terça-feira. Portanto dá para pôr ali um diazito e fazer um fim-de-semana mais prolongado.
ü 02/04 será Sexta-feira Santa . Um fim-de-semana de 3 dias . Neste mês haverá mais dois feriados, dia 4 e dia 25, Pascoa e Dia da Liberdade respectivamente mas calham ambos ao Domingo! Ohhhhhhhhhhhhhhhh
û Em Maio o famoso Dia do Trabalhador calha também a um Domingo L
üEm Junho, e agora MUITA atenção, temos dia 3 e dia 10 , duas quintas-feiras (que grande chatice!!!)
û Em Julho não há nada para ninguém, mas como costuma ser o mês de alguns dias de férias também não me importo muito :p
ü05/10 calhará a uma terça. Ora está-se mesmo a ver no que vai dar…
ü01/11 a uma segunda…nem temos que fazer grande esforço. Só aproveitar à grande.
agora o segundo momento deste texto… 01/12 e 08/12 ambos a quarta feiras… pois que lá temos de fazer um sacrifício para prolongar mais um ou dois fins de semana!

Então!? Já começaram a marcar as férias? Eu acho que vou pegar na lapiseira abrir a agenda de 2010 e começar a rabiscar J J J

25 dezembro 2009

Boas Festas !!!




* Árvore Zon (25-12-2009, com 3º C... o tremer de frio não ajudou muito à qualidade das fotos. Foi o que se conseguiu )

19 dezembro 2009

Grande ou Pequena !? *

Uma pessoa é enorme para ti, quando fala do que leu e viveu, quando te trata com carinho e respeito, quando te olha nos olhos e sorri.
É pequena para ti quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o carinho, o respeito, o zelo e até mesmo o amor.
Uma pessoa é gigante para ti quando se interessa pela tua vida, quando procura alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto contigo. E pequena quando se desvia do assunto.
Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.
Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas. Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.
É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas agigantam-se e encolhem-se aos nossos olhos. O nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de acções e reacções, de expectativas e frustrações.
Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente torna-se mais uma. Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande... é a sua sensibilidade, sem tamanho.



William Shakespeare



* Depois de ontem e com esta leitura ...Não me respondas.Sei a resposta mas ainda não quero ouvi-la de
ti!

08 dezembro 2009

Dá para explicar como se tivesse 8 anos!?

Fiquei hoje a saber que, para além da fama que já tenho de ser materialmente forreta, agora também o sou sentimentalmente. E de onde tiro essa conclusão!?
Daqui : “ Sim, acho que és um bocadinho (este bocadinho foi visivelmente para me dar graxa) forreta porque até parece que não queres partilhar o teu amor com mais ninguém , nem fazer ninguém feliz ao teu lado. Quem não partilha é forreta, não é!? Ah e egoísta também…”

Posto isto pensa-se na vida e pergunto-me como é que se consegue, aos 8 anos de vida, ter todas estas teorias…

05 dezembro 2009

Para um fim-de-semana chuvoso

Para relaxar.
Para pensar.
Para namorar.
Para chorar.
Para sorrir.
Para sonhar.

Luzes apagadas e tudo acontece sem nada acontecer ...



Assim se está por aqui...
.

É dificil ! Muito dificil ...

.

...estar longe quando se está tão perto.

29 novembro 2009

08 novembro 2009

Esta coisa chamada recordação


Ontem, lembrei-me da felicidade do meu avô paterno quando, inexplicavelmente, o seu cão, já velhinho, começava a ladrar de forma diferente. O meu avô dizia logo que vínhamos lá e a minha avó, bem mais racional, logo dizia que estava era a sonhar. Mas ele sabia e lá tinha a sua razão.
Na quinta estava um rapaz que nos anunciava com o seu o ladrar efusivo
(o cão estragava sempre a surpresa, adivinhava-nos ao longe , pois grande parte das vezes íamos sem nada dizer)

Agora, no lugar do velhinho Bobi, está o Pataludo que só quer brincadeira por ainda ser pequenino –só na idade – que não tem a capacidade de nos adivinhar mas, tal como o seu antecessor, também ficou a chorar ao ver-nos partir…


Ficou prometido que eu voltarei para mais umas brincadeiras... :)

26 outubro 2009

Gosto do Nossso Primeiro

Pelo seu bom aspecto. Pelo que tem feito. Por ter um ar descontraído e agradável.
E agora gosto dele, também, porque foi o único que assinou o livro da tomada de posse com uma caneta do povo...

Senhores ministros, não estamos em época de canetas banhadas a ouro de lei... uma simples BIC (que por acaso não foi a marca usada pelo PM...) chega bem e ainda lhes fica melhor. Só faço esta referência porque dizem por aí que estamos em crise.




E, apesar de ser uma das figuras fortes da tomada de posse, não vou falar do PR e da sua postura porque aí ia estragar este texto todo...

25 outubro 2009

Vai ser para o ano, tenho a certeza!

O ano passado a inscrição foi feita, mas no final acabei por não ir.
Este ano ainda pensei inscrever-me mas não o fiz .
Ao contrário do ano passado, e apesar de não ter feito a inscrição e nem me lembrar que era hoje o dia da corrida, acabei por estar e fazer o percurso à mesma hora em que esta decorria.

Por esta evolução… é para o ano!

23 outubro 2009

Coisas do Cid




Acabei de assistir a um frente-a-frente entre José Cid e um apresentador de televisão que tem bichos carpinteiros eléctricos dentro dele, leia-se João Baião.
O Sr. Cid disse que não lhe admitia que ele, o João, dançasse enquanto ele cantava porque ele também não cantava enquanto o João falava. Enquanto o João Baião tentava explicar que era quase impossível não se dançar ou não se reagir à música perguntando como era nos concertos ao vivo. Ele responde que nos concertos dele não se dança. Que só se ... salta como tinha acontecido ontem numa festa dos caloiros ( e eu acrescentava que se fazem moches e coisas do género, fumam-se coisas esquisitas e ainda se goza com a cara dele)
O Sr Cid não se redimia e com um tom de voz cada vez mais agressivo dizia que não gosta e não admite que se dance. Porque " um músico do meu nível merece que as pessoas oiçam e apreciem com os ouvidos a nossa música "

Ah, para que fique aqui explicito, o João não dançou. Apenas estava a "embalar-se" sentado na cadeira ao som da música. Mas nem isso é permitido!!!

21 outubro 2009

Reclamar mas só quando se tem razão

Tenho dito ultimamente que as pessoas devem achar que a frase "Eu quero o livro de reclamações" está na moda. Há quem diga esta frase para intimidar, para tirar daí benefícios e ver as suas vontades satisfeitas - acontece isto quase diariamente comigo. Se por um lado sou a primeira a incentivar a que se reclame - quando se tem razão - por outro lado não tolero que o façam quando não têm razão.
Antes do almoço. Pequeno centro comercial, com escadas rolantes e elevador que fazem o acesso ao estacionamento. Não sei se repararam mas eu disse ESCADAS rolantes e não tapete rolante. Agora vamos raciocinar: carro cheio de compras + escadas rolantes + uma senhora sozinha cheia de sacos na mão = compras espalhadas + carro das compras partido + segurança a voar para socorrer a senhora + um pé quase desfeito e... a senhora a gritar que queria o livro de reclamações !!!
Só vos digo que quase se fez justiça popular perante o histerismo da tal senhora...

E que tal para a próxima não se armar em heroína e usar o elevador para descer com as compras para o estacionamento!? Evitava-se estas figurinhas e um pé em muito mau estado


Nota: Será que não era bem mais sensato a direcção do Centro comercial a fazer uma reclamação desta pessoa!? É que também não têm de estar sujeitos a este tipo de inteligencias raras que partiram um carros das copras, sujaram as escadas rolantes e avariaram as mesmas...

12 outubro 2009

Que se cumpra o sonho...




... E só vos digo que, um dia, terei uma casinha maravilhosa !!!



[sonhos destes podem vir todas as noites :) ]

07 outubro 2009

E depois de muito procurar...

.

Cá está ele...

Acho que ainda não disse aqui

.
Mas se há coisa que não suporto ver (apesar de me dar um certo gozo ver as figurinhas que algumas personagens fazem) são sapatos com a etiqueta ou até o preço na sola.
Muitas vezes pode até ser esquecimento, mas duvido que o seja quando falamos em sapatos que estão já quase rotos de tanto serem usados e a bela da etiqueta - que muitas vezes são em cores nada, mas mesmo nada discretas - continuam lá.

Bom, mas sabe muito bem quando estas estão nos sapatos daquela - ou daquele - que se julga ser o dono deste mundo e do outro... vá, e acaba por meter o salto-agulha no buraco e este parte!!!

Ups...aconteceu! E nós rio-nos muito !

06 outubro 2009

Existe? Conhecem?

.
.
Ginásio bom e...barato !



(E se a vossa proposta passar por aquele ginásio de planos de 30 minutos só com mulheres...não obrigada! Já vos ajudei a ajudar-me ;) )

04 outubro 2009

Cafés & Namorados

.
Pai -
Então agora que a A. já tem dois genros em casa, não me admirava nada que tivesse lá uma máquina de café.
Filha - Mas o que tem a ver uma coisa com a outra?
Pai - Então da forma como ela é, pelo menos com a filha mais velha, podia ser forma de cortar a desculpa de irem beber café à rua. 
Filha- (depois de uma gargalhada por causa deste raciocino, mas seguida por um silêncio intrigante)  Será que estás a justificar a compra de uma máquina de café?
Pai - Ainda não tinha pensado nisso, mas já que falas nisso...



(Há dias em que as conversas deviam ficar só pelo começo...)

Um dia...

.
.

... Ainda vou morar , vá.. ou pelo menos ter um T0 para os fins-de-semana, a 5 minutos do mar!




(E não vou ficar à espera que a Marisa Cruz seja boazinha e me dê o euromilhões.)

27 setembro 2009

O Outono está aí

... A manhã acordou nublada, com nevoeiro. Ainda havia humidade da noite no ar e uma brisa fresca. Sim, parece que ele está mesmo aí.

Para a despedida do Verão fica mais uma das músicas do (meu) Verão.






Bom Domingo!!!


Já votaram ?!?!?!!?

25 setembro 2009

Custa-me mas tem de ser...

Meus queridos(as),

Custa-me admitir ou ter de constatar que , tal como o meu querido pai diz assim como 98% dos restantes homens, também eu já processo o famoso o pensamento/argumento "tinha de ser mulher" quando fazem as maiores parvoices à minha frente, na estrada. ***
Mas, como eu não podia fazer um comentário que é típico dos homens eu ainda acrescento "Vi logo que tinha de ser mulher e que trazia dentro do carro crianças". Tenho achado incrível as coisas que ultimamente tenho visto. Às vezes só me apetece parar, e fazer parar estas inconscientes, mais à frente e apreender carta, documentos e, principalmente, os filhos. Das duas uma, ou esta gente é estupidamente irresponsável, ou têm dentro do carro uns pestinhas que desconcentram tudo e todos a pontos de fazer que se cometerem tais parvoices.

Ah, e para a próxima fica a minha opinião acerca das pessoas, leia-se mulheres, que têm carros potentíssimos e só conhecem a primeira mudança ou, assim já na loucura a segunda, sendo que os retrovisores servem só para a maquilhagem e retoque de cabelo e os piscas para dar cor aos faróis...



*** Meus queridos, mesmo assim ainda há homens piores mães com filhos dentro do carro ou mesmo pior que as dondocas

18 setembro 2009

E agora que já chove lá fora

só faltam 4 (looooongos) minutos para o terminus da minha primeira parte do dia profissional...
Daqui a 34 min começa a segunda parte, espero que menos parada que esta, senão não se aguenta!!!

O fim-de-semana pode começar mais cedo!?

É que não me estou a sentir muito bem por me estarem a pagar para não fazer nenhum...




*** E já não apetece ouvir mais vezes " Não tens nada para eu fazer?"

04 setembro 2009

Assim só por acaso...

... Os responsáveis por empresas de telecomunicações, não querem colocar (mais um) asterisco nos contratos com algo do género " Meus fofos, nós damo-vos chamadas gratuitas ilimitadas  para o rede XPTO,  mas estão proibidos de massacrar as pessoas que têm outro tipo de "indicativo" e de lhe gritarem aos ouvidos só porque o número que lhe estão a dar não faz parte daqueles à borla" !?

Não querem pensar nisto!? É que dava cá um jeito!!!

31 agosto 2009

Será que...

... também vão abrir um corredor especial para veículos motorizados, de duas rodas, nas estradas de Portugal?
Ou irá aumentar os casos de entalamento (estou a falar daqueles que existem entre carros-motas, tá?! )? Ou será que vai haver mais registo de laterais dos carros amolgados, por causa dos pontapés dados por aqueles que pensam ter  mais pressa que os outros que estão na fila e que não se desviam a tempo de os deixar passar? Ou então vai correr tudo bem, sem quaisquer incidentes  e a única coisa a assinalar será mesmo a espera para quem quer andar de cabelo ao vento...

30 agosto 2009

Hora de explicações...

No inicio informei logo que tinha vindo para este meio bloguístico porque "é moda" (ok, assumo já aqui a mea culpa) e porque considerava que o meu apelido era Desocupada. Não é que tenha deixado de ser moda ter um blog, mas as mais de 12 horas fora de casa fazem com que o meu nome tenha deixado de ser Martita-Desocupada , e passasse a ser Martita-meio-Ocupada.
Como têm reparado tenho estado ausente destas lides, computadores só mesmo os do trabalho - e a propósito disto, confesso que estou a escrever este post como se fosse a primeira vez que me sento neste sítio... e assim de repente, acho que a compra de um portátil não era nada mau pensado que o espaço é coisa que não reina por aqui e o banco onde me sento está longe de ser confortável.
Não trago nada de novo, por enquanto, mas acho que já não é nada mau ter dado sinal de vida bloguistica...

Aguardem novos desenvolvimentos e livrem-se de me tirar da vossa lista do Google Reader ou dos vossos Feeds RSS :)

Beijinhos e...abraços não porque está muito calor !

09 agosto 2009

29 julho 2009

Uma riqueza

... esta nossa televisão portuguesa em tempo de férias.

Ele é programas durante o dia, à tarde e à noite de norte a sul de Portugal. Beijinhos para os mais diversos países do Mundo, para aqueles que vão para fora à procura de melhores condições e até declarações de amor se fazem para ganhar prémios.
Hoje, acabada de chegar a casa e ao ligar a TV vem a declaração de amor mais fantabulástica
" Quero dizer que o meu coração palpita como um batata frita...!"

Só o pormenor que esta declaração foi feita de uma senhora de 37 anos para um senhor de 68 que o beijou logo a seguir a esta pérola assistido pela filhota de 18 meses




*** Por falar em declarações... Fico à espera da dança!

Falta de quê!?

Ainda ontem fiz o comentário que não nos podíamos queixar de falta de natalidade, pois o que vejo mais por aí são barriguinhas grandes cheias de vida lá dentro.
Hoje oiço a notícia que há quem ande a prometer atribuir um – digo eu, insignificante – montante para incentivar a natalidade.
Nem sequer concebo a ideia de que alguém pense em trazer um filho ao mundo em troca destes montantes. Este é também um argumento de alguns pais entrevistados pela estação de televisão em que vi a notícia, nem que seja só para parecer bem, mas também há muita gente que diz que aquele dinheiro fazia muita falta e porquê!? Por estarem desempregados. Por o tempo ser de crise. Para investir na educação ou saúde dos filhos. NÃO!!! Para fazer a festa do baptizado.
Ora, estamos em Agosto. Mês de emigrantes e de festas na aldeia. Quer-me parecer que este ano, em algumas localidades – aquelas em que já se dão alguns euros em troca de um bebé – vai haver mais do que uma festa por fim-de-semana.
Crise?! Agora só em Setembro quando os pais virem que o dinheiro que gastaram na festa do baptizado numa quinta da moda, podia ser tão útil para a compra dos livros escolares do filho mais velho.

Haja festa e tudo fica resolvido!

28 julho 2009

Há coisas que me fazem confusão

Estas últimas manhãs têm-me levado a tirar uma conclusão com uma grande quantidade de incompreensão...

Há crianças difíceis, sei que há, mas há pais que nunca deveriam ter em mãos e ser responsáveis por estes futuros homens e mulheres...

18 julho 2009

Ainda há tempo...

Mas por que uma miúda que,dito pelas más línguas, é gira e que cada vez está mais jeitosa tem de estar ,quase obrigatoriamente, de namoro!?

15 julho 2009

Será a minha sina...

... ter de aturar e fugir de quem insiste em ler a sina?


Mas elas estão por todo o lado ou é impressão minha ?!

14 julho 2009

Depois vão ter de pagar II


Depois de me ver livre durante poucos segundos dos, inofensivos elásticos azulinhos, que me magoavam quase os neurónios ... Eis que adopto - sem pedir nada a ninguém - outros amiguinhos! Se os outros ainda conseguia apelidar de elásticos/borrachinhas, quanto a estes só lhes consigo, ainda, apelidar de... anilhas ou abraçadeiras para as torneiras da casa de banho! ( coisa boa de se chamar para algo que está dentro da nossa boca, hein...!?)

Se os amigos elásticos me causavam dor e não me deixavam ingerir nada que não fosse comida para bebés sem dentes, estes prometem dar-me cabo das bochechas e da minha língua - vêm ai dias de aftas na língua e de bochechas que podem sofrer danos... uns rasgõezitos, coisa pouca!...

Fica já um aviso à tripulação, livrem-se de me cumprimentar à bruta - são poucas as pessoas a quem dou as duas faces que sejam brutas, mas mais vale prevenir - porque aí vão ver o que duas anilhas são capazes de fazer !!!

13 julho 2009

Ele & Ela (Coincidências?)

Ela tem uma amiga que sabe da sua história tal como ela é.
Ele tem um amigo que, parece, também saber alguma coisa da história.
Ela e a sua amiga já se cruzaram umas vezes pelo amigo dele sem este saber, mesmo elas não tendo sido muito discretas.
O amigo e a amiga já os viram os dois, no mesmo dia, juntos.
Ele diz que o amigo, mesmo não sabendo, lhe liga algumas vezes depois de estar com ela.
Ela foi "seguida" entre o concelho dela e o dele por um carro igual ao dele com as iniciais do nome dele. O condutor era a cara do amigo dele. Ao chegar ao destino, a amiga pergunta-lhe se ela conhecia o rapaz que estava sentado atrás dela porque ele não parava de olhar e de comentar com o rapaz que o acompanhava.
Ela já nem quis olhar, não fosse estar lá alguém parecido com ele…

Confusos?! Eu também!!!



12 julho 2009

"Depois vão ter de pagar...

... para terem um sorriso meu! "

É este o pensamento, acompanhado com o " depois vou ficar satisfeita com o resultado" que me tem aguentado a não ir mais vezes à caixa dos analgésicos. :( :( :(




Mas como é que uns elásticos/borrachinhas inofensivos e até com uma cor bem girinha , que até combinam com os olhos e tudo, fazem tanto transtorno?! :( Chiça!!!

07 julho 2009

E que tal começarem a ter calma?!

E depois disto...

Soube que para o ano, poderei ter um casamento, de alguém que sempre disse que jamais se casaria e muito menos de véu e grinalda...

Pois não. A procura de casa está a ser feita. A lista de casamento vem a seguir e depois... o tal dia de princesa. De alguém que tem mais uns meses de vida que eu!!! MEDO!!!

03 julho 2009

Se não for desta eu já não sei *

É que hoje ao passar em frente a uma conhecida casa da sorte da capital fui atingida num braço por um presente dos malvados pombos . Cá nojo! E que raiva!

Odeio-os! Odeio-os! Odeio-os!





* Tendo em conta que se liga a sorte ao jogo a dejectos...

02 julho 2009

Estão preparados...!?

para ir às compras e dar de caras com estas obras da natureza ?



Não sei se não teremos uns quantos episódios de ataques cardiaco-púdicos no mercado do Bolhão ou da Ribeira, nos próximos tempos...

29 junho 2009

Se eu pudesse...


Amanhã, estaria em Barcelona!

Não podendo, vou continuar á espera e pedir às alminhas que para o ano, como já foi mandado ao ar, eles venham a este rectangulozinho da Europa...



28 junho 2009

Há coisas que vão ficando


Muitas vezes, nos momentos seguintes a uma discussão, quando se acaba uma amizade um relacionamento põe-se a questão E agora o que vou fazer com as prendas que me ofereceu? .
Compreendo que muitas vezes o primeiro instinto é agarrar em tudo o que nos faz lembrar a pessoa, enfiar tudo num saco bem escuro e desfazer-nos daquilo.
Nunca o fiz. Nunca fui capaz porque, de uma maneira ou de outra, as pessoas que foram passando pela minha vida deixaram sempre mais recordações boas do que más. O balanço foi sempre positivo. Contudo, não escondo que muitas vezes estive com alguns objectos na mão e me questionei porque ainda guardava aquilo, mas acabava por ficar sempre no mesmo sítio, ou então, limitava-me a guardá-lo melhor. Nunca fui capaz de me desfazer de nenhum objecto porque acho que se o fizesse não estava a respeitar as pessoas em questão, a história em si e até a mim.
Durante muito tempo mantive a moldura em cima da mesa-de-cabeceira, a rosa continua À vista, aquela que foi guardada do conjunto de outras que me foram oferecidas, o peluche oferecido em frente a umas dezenas de pessoas, esteve algum tempo em cima da cama, a fotografia das alianças que, felizmente, nunca chegaram ser compradas, está guardada numa caixa juntamente com os postais e cartas trocadas, o frasco dos perfumes foram ficando na prateleira… E estes últimos acho que foram os únicos objectos que me desfiz e só por uma questão de ocupação de espaço físico. Tudo o resto continua comigo. Guardado. Uns mais guardados que outros, porque tal como as histórias nem todas são arrumadas ao mesmo tempo nem da mesma forma.
As pessoas passam. Os momentos também, mas para mim, as memórias e tudo aquilo que me possa fazer lembrar quem vai passando por mim, ficará para sempre guardado … Ficará sempre comigo.


E enquanto escrevo, oiço o CD que encontrei à pouco, que em parte foi também o motivo de estar a escrever este post, oferecido por alguém que fez parte da minha história…

A diferença dos tempos

A neta diz à avó que saiu por 10 minutos para ir beber um cafezinho com uma amiga ao café do prédio. A avó abre o livro dos conselhos e dos perigos que a neta correu ao fazer este simples ritual e coloca mil e uma questões se essa amiga tem um amigo ou se em vez de ter sido uma amiga se fui beber café com o amigo, diz que no tempo dela as coisas eram diferentes, etc. etc. etc.
A bisneta, da mesma avó de cima, vai passar uma semana a umas centenas de Km’s de casa com os amigos e o único comentário que existe é
acho que fez muito bem. Está na altura de se divertir…

E depois querem que uma pessoa, neste caso a neta, não se “revolte” com estas coisas...

27 junho 2009

Muito boa onda...

Já os conhecia. Tenho o CD. Mas fiquei a gostar ainda mais quando hoje, por acaso, num exercício de zapping, vi na SIC Noticias este mini concerto de apresentação no Tivoli.
A teoria de que deve ser muito boa onda ao vivo, até agora só através do CD, ficou reforçada!



Vão estar em Oeiras no próximo dia 19 de Julho. A julgar pela reacção que tive sentadinha no meu sofá...

É um possível programa ;)

26 junho 2009

1958-2009





Ontem, e apesar de todas as loucuras que fez nomeadamente com a sua saúde, acho que toda a gente foi apanhada de surpresa. Quando a noticia foi confirmada, confesso que a primeira pessoa em quem pensei foi no meu ex colega T. que é um grande fã deste homem do espectáculo e que muitas vezes era o que tinha de gramar quando estávamos no intervalo dos nossos ensaios de outros sons bem diferentes...


Morreu o homem mas fica, para sempre, o artista !

23 junho 2009

Alguém comprou a Visão !?

Pergunto isto porque, de momento, não me é possível mostrar a capa da revista, mas posso-vos garantir que hoje apanhei uma situação assim para o vergonhoso….

Ao entrar no hipermercado dirijo-me ao segurança para saber se era necessário lacrar ou assinalar a revista que levava na mão para depois não ser incomodada ao sair. Levava a revista dobrada ao meio e limitei-ma a mostrar a capa ao senhor segurança para ver se podia ou não entrar assim. Este acenou-me para entrar, mas senti-me observada. Olhei para trás e estava ele a olhar para mim com um ar de incrédulo e com um sorriso de gozo. Lá comecei eu a processar na minha cabeça “ Olha o parvalhão! Está a ver-me com cara de quê?!” e enquanto penso o pior do segurança calhou de abrir a revista e fez-se luz…. Como é que o rapaz não devia ter ficado a olhar para mim assim quando uma moçoila como eu lhe mostra, à descarada, uma revista com um casal nu abraçado e a palavra SEXO em grande destaque na capa!?

22 junho 2009

De peito cheio...

Com os mimos
Os abraços
A sinceridade
A ingenuidade
Com os dramas à actriz de novela
Com os elogios
Com a partilha dos seus problemas
Com a preocupação que tem com uma pessoa mais velha
Com os ciúmes, genialmente, disfarçados
Com os planos que faz
Com a capacidade que tem em me ver, em nos ver, daqui a uns anos
Com o orgulho que diz que sou a única madrinha que queria ter...



Confesso que, não sei muito bem como ou porquê - ou se calhar até sei, mas como há coisas para as quais não há explicação - eu percebi como ela é tão importante para mim.
Ontem no meio de tanta coisa boa, depois de a ter visto mais crescidinha, vem a despedida agarrada ao pescoço, com o segredo dito com o maior carinho do mundo " Sabes, Eu Amo-te! ". O Mundo parou ali. E nem com o olhar que trocámos depois destas palavras, que a podia ter feito sentir envergonhada, ela se acanhou. Olhou como só ela sabe e reforçou, como se tivésse medo que não tivesse percebido bem " Sim, eu não gosto apenas muito de ti. Eu não te adoro! O que eu sinto mesmo por ti é um grande Amor!"

Agora digam-me, como alguém resiste a estes 7 anos de gente ?!

20 junho 2009

Ainda hoje falava disto...

Mega Piquenique - O relato

O telemóvel toca. Liga-me a amiga que mora perto ,muito perto, do Parque da Bela Vista. Para quem não sabe - ou seja, para quem não vê TV e não ouve rádio - hoje houve um Mega Piquenique organizado pelo Modelo e pela RTP que era abrilhantado por um concerto do Tony Carreira...

Ela - Então?! Pensei que te ia apanhar em flagrante no piquenique...?
Eu - Achas ?!
Ela - Tens visto na televisão? As pessoas fazem com cada figura...
Eu- Não, não tenho visto. Quer dizer há bocado passei pela RTP e vi um casal tão asqueroso que mudei logo de canal
Ela- Epá eu tenho visto só para ver se vejo alguém conhecido, mas nada. Parece que não há ninguém de Chelas. Há tias de Cascais, pessoal da margem Sul e até de Trás-os-Montes mas de Chelas não apareceu ninguém. Porque será?!
Eu- Simples... Em Chelas o pessoal vai para a janela para ouvir o Tony. Em Chelas o pessoal já está farto do Tony Carreira, pois este nome deve ser sinónimo de limpeza à casa e depois Chelas não tem classe suficiente para ter um Modelo , que é coisa para gente fina... Preferem ir à mega roulote de coiratos, amanhã, na Feira do Relógio...

E seguiram-se mais uns minutos de disparate... É claro que depois me vi obrigada a ligar a TV na RTP para fazermos o nosso relato...

19 junho 2009

Será desta !?

Se a Mariza, mais logo, for uma querida e se me deixar adquirir um exemplar destes... Pode ser que esta seja uma música para testar o som do Q5 ;)




E com esta desejo a todos um BOM FIM-DE-SEMANA!!!

12 junho 2009

O ano passado foi assim...



Este ano só têm de conseguir o mesmo lugar! (e pronto...este foi o meu momento de bairrismo! lol)



Há quem leve esta coisa, das marchas, muito a sério. Hoje, eram 12 horas e já havia pessoas na Av. da Liberdade a guardar lugar para a noite. Com farnel. Com máquinas fotográficas e até vi uma senhora com uma mantinha, caso o S.Pedro faça das suas e transforme estes 35ºC em 15ºC durante a noite.

Divirtam-se. Comam, bebam e dancem muito...

11 junho 2009

E assim como não quer a coisa

Uma ex colega da primária, a C., é mãe há quase dois anos.
Como não sabia de nada da maternidade da C., e como ela ficou mais espantada que eu, por não saber de nada, liguei à V. para - pensava eu - lhe dar a novidade. Mas ela também já sabia.
Para além da surpresa da V. já saber da C. - e mesmo sabendo que sou quase sempre a última a saber das coisas - quem teve a surpresa maior voltei a ser eu. Ao perguntar pela M., irmã da V., uma miúda que mudei as fraldas e que fez há uns dias 14 anos, vem do outro lado a informação " a minha irmã deve estar a esta hora numa qualquer praia do Algarve com o namorado". Pois que a pirralha foi sozinha, de Expresso, coisa mai linda, com o seu boy, passar estes dias todos lá para o Sul.
Fiquei de boca aberta. mas ainda não recomposta soube que...
Duas ex colegas de escola, do secundário - e agora preparem-se para a surpresa - vão casarem-se, este,
ano pelas noivas de Santo António ...

Há mais alguma coisa que me queiram contar?! Que seja hoje ou então...calem-se para sempre!

Não sei se já vos tinha dito



Que acho que este senhor tem, muita, pinta * ...!?



* Consequência de ter estado esta tarde a ver um filme com este senhor...

10 junho 2009

Em dia de Portugal

Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas... Há que ser Português...






Para quem não percebeu o que quis dizer com "ser português" , nem com a ajuda das fotografias, eu passo a explicar.
Em dia feriado há que sair cedo de casa, entrar nas caminetas da junta e/ou da câmara da terra e rumar a Lisboa para fazer um piquenique. Estender a manta no chão. Tirar as garrafas do belo vinho, ainda com areia no fundo das mesmas de estarem enterradas na adega e dançar e cantar ao som dos bombos e da concertina.

Era este o cenário esta tarde em TODOS os jardins, em Belém...

Acho que nem um espectáculo do La Feria trouxe tantas caminetes de uma vez à Capital :)






Também podia ser eu

É em alturas e com imagens como as que passam na RTP , em Santarém, que enchendo o peito de ar , com uma admiração maior que aquela que já tinha até há uns meses atrás e até com alguma mágoa de não ter ido mais além, que me lembro das palavras " (...)vamos apostar em si. As suas capacidades são mais que muitas. O resultados dos testes foram óptimos. Temos só de tratar mais dessa auto-confiança e motivação. Boa sorte e encontramo-nos por aí "
Não nos encontrámos mais - e não foi por causa das (in)capacidades físicas como há pouco o senhor Primeiro Ministro discursou - mas tenho esperança que um dia ainda vá, não para os, mas aos Açores...
Foi sempre um possível destino que deram à minha pessoa durante esses dias intensos passados com gente que não conhecia de lado nenhum, mas que recordarei para sempre...!

08 junho 2009

Ele é um fofo...


É claro que o que uma pessoa quer em Junho, numa semana cheia de feriados - em que por acaso até tirou uns diazitos de férias e que tinha muita vontade em dar um saltinho à praia - é acordar cedo , às 7 da manhã, com uma chuvada de todo o tamanho e com o vento a zurrar na janela.


Digam lá que o nosso S. Pedro - ou talvez o S. Pedro daqueles que não têm estes diazinhos de férias - não é um quiduxo ?!

07 junho 2009

Qual equipa de jornalistas

Também eu, hoje fiz uma maratona no que toca ao assunto Europeias.


Não tive de fazer nenhuma cobertura televisiva, mas a minha jornada passou pela presença em duas urnas de Lisboa, duas na Charneca da Caparica e ainda outra, nessa bela terra de seu nome, Cruz de Pau...
E tudo isto porque:
aceitei o convite de almoço fora da minha casa, empestada de cheiro a cozido à portuguesa.
Porque há gentinha que apesar de morar há não sei quanto tempo na margem Norte do Tejo, ainda não tratou de se recensear por cá e porque "já que estamos aqui, na margem Sul, vamos lá ter com o J. e com a M." (que por acaso ainda não tinham votado ) e lá contámos mais duas urnas...

Mais espírito político não podia ter. Pelo menos o meu dia foi menos calminho que o dos próprios candidatos ao poleiro. Sim, porque todos eles, disseram que teriam um Domingo tranquilo, em casa, com a família, a ler e outros - que também ainda não trataram do seu CU , calma... do Cartão Único - também tiveram de andar a fazer a viagem, alguns, da santa terrinha, onde foram votar, para as suas casas actuais.

Vizinhança...

E depois das noites mal dormidas por causa do vizinho que parece ter uma carpintaria nocturna em casa, mas que nem assim é capaz de aproveitar o martelo na mão, e quiçá um bocadinho de óleo nas dobradiças, para acabar com o ranger das camas, porque já não se aguenta tal barulheira... tenho de levar,todos os domingos, com o cheiro a cozido à portuguesa, deslavado, aqui em casa, logo antes das 11 da manhã.



Vou ali almoçar fora e volto já...

31 maio 2009

Confesso que me inquieta

Esta dura realidade retratada há pouco na Grande Reportagem da SIC.

Já o tema em si é desagradável mas se a ele juntarmos o facto de ser vivido por miúdas(as) de tenra idade em pleno século XXI ainda me deixa mais incrédula.
Como é possível uma miúda de catorze anos, estar completamente transtornada e debilitada psicologicamente, por ser agredida física e psicologicamente pelo namorado desde os seus 11 anos? Até que ponto alguém consegue, para além das agressões que é vitima, ainda conseguir chegar ao ponto de andar com uma navalha, ou às vezes até com a tesoura que tinha de levar para a escola, para se cortar. Diz que com a dor física e enquanto se cortava esquecia a dor psicológica provocada pelo seu namorado e ficava mais calma.

Como é possível alguém exercer tal poder sobre outra pessoa? E como é que alguém consegue ser vítima de tal sofrimento?

Não condeno. Longe de mim tal coisa. Mas não consigo perceber... Juro que não!

26 maio 2009

Lisboa também é isto


Porque nem só de museus, jardins, exposições, bairros típicos, e tanta coisa mais anunciada por agências de viagem ou roteiros turísticos, é feita a nossa cidade.
Ela também tem disto. Pessoas com dificuldades. Que vivem na rua. Que não têm um lar. Que por vezes eles próprios acham que não têm família nem história, tal é a indiferença que sofrem.
Não consegui passar indiferente no passado Domingo ao ver este estendal de roupa improvisado. Aproveitado os poucos raios de sol que apareciam e o calor que vem de um respirador, julgo ser, do metro.

Acredito que naqueles breves segundos enquanto captei esta fotografia, esta realidade foi captada também pelos turistas que se passeavam por aquele local. Digo isto a julgar pelas pessoas que olharam para mim e para o que fotografava e pelo facto de um casal de turistas ter ido ao encontro do grupo dos sem abrigos que estavam ali, quiçá, a guardar a sua roupa...

A nossa Lisboa também é isto...

21 maio 2009

Conselho de amiga...

Quando forem ao Oftalmologista e o médico vos disser algo do género " eu gostaria de lhe dilatar a pupila para poder ver melhor o que se passa com o olho" e vos interpelar com "será que pode fazer hoje isso?"

Não dêem um sim convicto e com aquele ar de porque não poderia fazer já hoje?

É que se avizinha uma espera de largos minutos para a dita pupila dilatar - se bem que há pessoas precoces e que ao fim de 5/10 min já têm a pupila mais que dilatada, mas mesmo assim têm de esperar mais 40 min. - e nos minutos seguintes é impossível ver alguma coisa a menos de uns metros de distância.

Esqueceram-se de avisar que para além de não ir ver nada ao perto durante algum tempo - porque me avisaram - também não iria conseguir andar na rua ou em locais com muita claridade com os olhos abertos e sem chorar.

Passaram mais de 24 horas e andar de cabeça levantada na rua ainda é algo que não se consegue fazer e confesso que me senti tentada a ir estender roupa com os óculos de sol colocados - mas tive medo de tirar o protagonismo à minha vizinha que para estender a roupa à janela, não falamos de uma varanda nem de um terraço ou jardim, fá-lo com um chapéu-de-sol de palha na cabeça com uma aba tão larga que protege os vizinhos todos dos andares de baixo.

20 maio 2009

Querem ver...

... que com um bocadinho de sorte , no próximo dia 3, vou assistir, em casa, a esta maravilha de concerto?!

É que da minha casa ao local do espectáculo é relativamente perto, quando comparado com a distância que o som alcançou em Munique...

O melhor é combinar alguma coisa para essa noite uns km's mais distante :p

19 maio 2009

Isto é inqualificável



Esta senhora professora está claramente perturbada. Ainda estou incrédula com esta cena.

Mas aligeirando a coisa - não ficando indiferente à seriedade da questão - eu acho que já percebi qual o verdadeiro motivo para este estado.
Ela só deu o primeiro beijo - versão linguado - quando andava no 12º ano.
É isto. Não pode haver outro motivo para tais alterações. Ela é prova viva de como uma pessoa pode ficar traumatizada por ser tão pouco precoce em matéria de troca de fluidos...

Para quê dormir

Rara é a manhã, em que acordo como se deve acordar, mais recuperada do que quando se deita, isto porque a grande parte das minhas noites servem para me cansar mais do que quando me deitei.

E porquê? Por não passar uma noitinha que seja sem sonhar com as coisas mais disparatadas e rebuscadas possíveis. E depois acorda-se cansada, com um peso no peito e a cabeça a mil à hora.
Hoje acordei milhentas vezes assustada e cada vez que me virava para o outro lado para ver se aquele sonho desaparecia lá estava eu em preparação para ser... Operada à coluna.

Posso-vos garantir que o descanso foi nenhum e ainda acordei com a minha escoliose a dar sinal de vida

18 maio 2009

Para não me alongar muito...

O melhor dos Globos de Ouro 2009:

_ Nuno Lopes, sem qualquer margem para dúvidas. Grande atitude. Grande senhor.

_ António Feio, como sempre de rir às lágrimas , apesar do motivo não ser o melhor.
_ A ironia já tão natural dos Gato Fedorento.

O pior dos Globos de Ouro 2009:

_ Também sem grande margem para dúvidas os vestidos e acima de tudo o (des)penteado da Barbara Guimarães
_ A infeliz da irmã do Cristiano Ronaldo - e este ano com a novidade que para além da irmã também iam umas "primas" atreladas - há coisas que não mudam muito

17 maio 2009

A prova...

Meus amigos, só para vos dizer que a tarte está

deliciosíssima !!!

Começo a achar que tenho mesmo jeito para a coisa :)




E agora vou ali ver os modelitos nos Globos de Ouro, ou não...!

Fazem bem aos olhos * ...

... dos gulosos, dos não gulosos, dos que vão e os que não vão comer esta delícia... [ modéstia à parte, que essa hoje tirou folga ;) ]


Tarte de cenoura e côco





* Sempre me disseram que as cenouras fazem bem aos olhos, fazem com que sejam bonitos. Só por isso é que mais logo não vou resistir a comer uma(s) fatia(s) ... Pelo bem dos meus olhos, claro está...!



16 maio 2009

Já comecei...

As arrumações/mudanças, ontem, aqui confidenciadas, já começaram. Comecei pelo mais fácil… o roupeiro.

Comecei bem, pois enchi um grande saco com roupa *.

Agora é só ir entregar, a quem precisa bem mais que eu e quem, acima de tudo, dará uso àquilo que já só estava a ocupar espaço.




* Houve direito a desfile com as roupas antigas…Diga-se de passagem que foi digno de umas gargalhadas. Inacreditável o que já vesti, no que diz respeito aos modelitos e às medidas.

Se continuar assim - e neste sentido dando mais atenção às medidas porque os modelos já nem vale a pena falar - creio que a velha máxima do vinho do Porto - quanto mais velho melhor - se aplicará muto bem à minha pessoa :) :) :)

15 maio 2009

E de repente...

... Vontade de abrir o armário e dar uma escolha no que está a mais, no que já não uso e não vou usar nos próximos tempos, ou nunca mais.

... Vontade de me enfiar num salão de beleza - não gosto nada desta expressão mas hoje vale tudo - centro de massagens, spa - ou algo que o valha - e mudar o aspecto visual, físico - e já agora - espiritual.

E assim de repente apetece-me… encher o peito de ar, de coragem, e dar uma escolha naquilo que anda a ocupar espaço na minha vida, tal como a roupa que está apenas a ocupar espaço no meu roupeiro.

Pensar em mim, primeiro que em tudo e todos

Pensar no que me é, absolutamente, indispensável e necessário.

Mudar de ares.

Mudar de cidade.

Mudar de rumo.

Mudar de vida.

E assim de repente apetece-me apenas ...

Mudar!
.
.
.

14 maio 2009

Como se atreveram....?!

... A colocar a brochura abaixo na minha caixa do correio, nesta época de Santos populares, e nem sequer fazerem uma referência - mínima que fosse - a um bailarico?
Será que agora já não se usam estas coisas ?



Nem sei como é que no meio de tanta oferta para as festas na capital arranjaram um espacinho - muito discreto - para anunciarem as marchas populares. Por falar em marchas populares, mas desde quando é que Belém e a Baixa têm marcha?
Longe vão os tempos que em qualquer sitio que fosse, se viam os cartazes com os bailaricos durante todo o mês de Junho e parte de Julho, às vezes. Já para não falar que antigamente só os bairros típicos da cidade - e eram alguns, porque nem todos têm a capacidade para tais andanças - tinham marcha ...

Onde estão esses tempos...


Ah, já agora... Procura-se quem saiba de um bom bailarico :p

13 maio 2009

Combinação perigosa II

... Assim como não quer a coisa - e esta coisa eu não queria mesmo - acho que já descobri um substituto - estamos em tempo de crise e há que arranjar soluções para estes luxos - a uma ida ao melhor ginásio do país.

Se o facto de sentir os músculos doridos significar que os trabalhámos... acho que hoje tenho os abdominais internos externos - e mais aqueles que possam existir - mais trabalhados do Mundo.

Quem diria...

Passámos...

Parece que passámos - graças aos Flor-de-Lis - passaram a eliminatória do Festival Eurovisão da Canção e asseguraram um lugar na final...


09 maio 2009

Aqui estão os desenvolvimentos

Eu disse que haveriam desenvolvimentos e aqui estão eles:

- Inchaço - MUITO
- Dores - Algumas ( não fosse a quantidade de medicamentos que estou a tomar e não sei não...)
- Abstracção durante a tortura - Nenhuma... Impossível!
- O após levantar da cadeira - Foi MUITO pior que o durante, sem sombra de dúvidas...

Ainda tenho aqui um pincel para mais uns quantos dias.

E já de pensar que daqui a umas semanas terei de passar pelo mesmo...

03 maio 2009

Mas a vida é assim...

Púnhamos a conversa em dia. Contávamos as novidades uma à outra sobre nós, sobre os outros quando a conversa foi dar ao nosso amigo L.

O L. era – e em grande parte continua a ser - o filho, neto, sobrinho que toda a gente quer ter. Pelo menos na teoria e no que escolarmente diz respeito. Sempre foi o melhor aluno da turma. E quando falamos em melhor aluno falamos em testes que nunca, que me lembre, terem sido com resultados inferiores a 90%. Era nato. Era natural. Não era uma inteligência para os testes. Não. Dessa havia lá alguma. Ele não era só um, ou, o bom aluno. Ele era o bom aluno que também era naturalmente inteligente. Uma pessoa impecável. Mas muito incompreendida. Era colocado muitas vezes de parte para tudo. Por não gostar de jogar à bola como os outros rapazes. Adorava jogar badmington - jogo que os rapazes por norma não achavam grande piada por dizerem que é para meninas. Era o que nós dois jogávamos quando os profs davam uma aula livre. Eu por não gostar de pinos, cambalhotas e afins, coisa que as restantes meninas adoravam fazer, ele porque fugia de uma bola maior que a de ténis. Era posto de parte por não falar como as pessoas da idade dele – nunca lhe ouvi uma palavra de calão a sair daquela boca - e talvez por isso, foi ele que teve as palavras certas num momento que mais precisei.
Apesar de o motivo não ter sido o melhor, foi o responsável pela amizade que ainda perdura até aos dias de hoje.
É uma pessoa excelente, mas é daquelas que não têm, propriamente, uma estrelinha da sorte. Ou se tem ela não costuma aparecer-lhe. Era incompreendido pelos amigos. Continua a sê-lo, ainda nos dias de hoje, pelos pais. Pela mãe. Que acha que tem o pior filho do mundo. O L. é daquelas pessoas que a nível escolar tinha tudo para ser um exemplar de sucesso garantido. Mas também ele é, ao mesmo tempo, o exemplo que se não se tiver umas boas bases familiares, sentimentais e psicológicas nada feito.
Será que custa muito darem o valor que cada um de nós merece?! Será que o amigo destino não podia, efectivamente, ser mais amigo em certas alturas e para certas pessoas?!

Ele é o exemplo de tudo isto.

Podia ter tudo. Não digo que não tem nada, mas tem pouco para o que merece…

Será mesmo que a vida não é assim, a modos que, injusta?!

Situem-me

Fui eu que me esqueci de rasgar uma página do meu calendário -a do mês de Maio- ou já estamos mesmo em Junho?

Só isso explica porque é que ontem e anteontem não me foi possível adormecer antes das 01:30h/02:00h da manhã por causa do barulho do bailarico que havia por aqui e agora - enquanto vos peço ajuda para me situarem no calendário - me cheira a farturas e algodão doce!

Sendo ou não Junho podemos todos descansar pois ainda não se perderam as tradições no que diz respeito a cheiros e a sabores .
Só ainda não me cheira a manjerico...
Assim, - e só porque ainda não me cheira a manjerico - talvez ainda não estejamos em Junho e o que se passou aqui foi só a festa de casamento da filha do presidente da junta de freguesia, ou não... :)

01 maio 2009

Não muda(mos)

Há coisas e pessoas que por mais tempo que passe não mudam. Há coincidências e semelhanças que também não. E a sina - a nossa - parece que também não...

Ela - Não viste? como pudeste não reparar?
Eu - O quê?
Ela - No quê? No quê não...Em quem...
Eu - Desculpa, mas não. Sabes que também estou aqui um bocado aflita com o sol...
Ela (ar sofrido na cara) - Deixa lá. Para além da figura ser digna de ser apreciada, não gostei do gesto de tirar a aliança do bolso e ter colocado no sitio onde já tinha a marca.
Eu - Ah, mas nisso eu reparei...ele passou aqui com a mão ao pé da nossa mesa e a marca notava-se muito bem...

Um dia ainda vamos conseguir perceber por que olhamos para onde não devíamos :p
.
.

Ontem foi asim



... mais intimista. Muito mais acústico. Mas tanto ou mais sentido. Foi pouco mas foi muito bom. Superou a expectativas do Garvey e as nossas - todos aqueles que os foram ver - também.

Esta foi a última música tocada e cantada.



[ O novo CD já cá canta :) ]
.
.

O que é isso? Votar?

Eu não disse que o discurso era sempre o mesmo e que me parece que realmente o único tema de conversa ali para os lados da Guidinha é a sua castidade?

De forma profissional , e já que não havia muito mais a acrescentar e o tempo urge na televisão, a fim de fazer a ponte entre um tema e o outro o apresentador “ Margarida, tens 26 anos . Já votas há algum tempo. A minha pergunta é, costumas ir votar? Se tens essa hábito?” ela franze o sobrolho - do género eu vim aqui para ver se sou apanhada na esquina por um maluco qualquer que me sacie, não devias estar a fazer essas perguntas estranhas - e responde um ” Não!” Com um sorriso do estilo era suposto votar?! “ Por quê? Porque não me interesso muito pelo tema política”

É ou não é uma quiduxa?

OHHHHHHHHH NÃO!!!

A Margarida Menezes está outra vez na TV com aquela atitude e discurso R I D Í C U L O !!!

Ah, a Guidinha – nome carinhoso para uma virgem – é a personagem do post abaixo publicado.

Quiduxa… Já toda a gente sabe que és dizes ser pura. Há necessidade de estar sempre a falar no mesmo?! É que ainda por cima não muda uma virgula às respostas que dá.

30 abril 2009

Mas o que foi isto?



Programa da manhã. Uma rapariga com 26 anos. Diz-se Virgem. Não de signo. Criou um Clube. Criou um blog. O Clube das Virgens em que diz "Ah, mas não tenho fotografia, mas descrevi-me". Ainda bem que não pôs fotografia, assim pôde aparecer na televisão. Não tem sócias. Procura-as . Diz que é extrovertida com os amigos, mas se acha um rapaz interessante fica introvertida. Fica deprimida quando pensa na sua condição. Púdica ou não está 10 horas na Net. Em Chat's. Em conversas que levam aos encontros mas aos quais diz que se descarta….

Pessoa estranha, esta… Discurso que não tem nada que ver com o que apregoa.

 Só um apontamento... Esta moça - que até tem alguma pinta, não é nenhuma matrafona – está a ter esta conversa com a Merche Romero – aquela que para muitos e muitas é um ícone de sensualidade e sexualidade (diria mais esta última).

Conseguem imaginar  ar dela ao ouvir este tipo de testemunho ?!?!?

29 abril 2009

O lado + das coisas

O diagnóstico não foi o melhor. Vá não foi mau, mas avizinham-se aí dias de muito algum inchaço, mau aspecto e quiçá algumas dores. Não vai ser nada agradável, mas agora é a parte em que vem, o meu esforço, para ver o lado positivo da coisa. Se dizem que a parte psicológica e emocional resolve muita coisa… eu PROMETO – e olhem que não vai ser esforço nenhum - olhar para o Sr. Dr. o tempinho todo em que estiver sentada na cadeira. Tenho a certeza que me vou abstrair de tudo o resto – nem que seja só por causa do efeito da anestesia – o pior vai ser depois de me levantar da cadeirinha…




( não deviam haver médicos assim. Ou pelo menos exemplares destes que são testemunhas das figurinhas que somos obrigados a fazer durante uma consulta médica)


Foi uma Agradável surpresa o Dr. J.

Aguardem novos desenvolvimentos ;)
.
.

27 abril 2009

Hoje de manhã…


… um telefonema de uma amiga que, quando já toda a gente via que entre ela e ele havia tudo menos uma simples amizade, e ela continuava a dizer "achas? Com ele? NUNCA. Não me imagino a ser namorada dele. Da forma como ele é mulherengo." Pois não...que ideia. Estão juntos há mais de 3 anos.
Jurava a pés juntos que jamais poria uma aliança no dedo. E passados poucos meses tcharan…aliança no dedo. De uma largura que se vê a uns quantos metros de distância.
O que dizer quando me liga assustadíssima a perguntar se estava tudo bem comigo. Eu que já estava mais aflita que ela, quando lhe perguntei o por quê da pergunta ela diz-me que tinha sonhado que era minha dama de honor! Gargalhada geral…e ela continuava super aflita. Tive de jurar que estava bem. E pedi para ficar sossegada porque o sonho era só mesmo isso.
Só me resta uma dúvida, minha querida D., será que isto quer dizer que aquela instituição que tu abominas, o casamento, te está a bater à porta?!

(ah…e não é como dama de honor)
.
.