13 junho 2007

O que foi que aconteceu

Tenho pena de não ter encontrado o vídeo clip desta música mas pode ser que ainda o arranje.
Ana Moura faz parte da geração de novas fadistas que gosto muito. Ao contrário do que se possa pensar, comigo o fado não funciona nem se enquadra nas músicas "para a dor de corno" (como eu intitulo algumas músicas). Seja corridinho ou mais "formal", o fado tem a capacidade de me deixar com a sensação de energias renovadas e com um índice de coragem elevado.
Aqui está mais um muito especial...



Adoro a letra, a música, a voz...

1 comentário:

Ruben disse...

É a tua cara !