10 abril 2009

Parece que encontrei a explicação

“... devido à sua vaidade, as pessoas não ousam aceitar a dádiva do amor. É necessário ter uma grande coragem para se deixar amar incondicionalmente. Coragem, quase heroísmo. A maior parte das pessoas não sabe amar e ser amada, porque é velhaca e soberba, teme o fracasso. Tem vergonha de se entregar e, mais ainda, tem vergonha de se abrir, de revelar os seus segredos. (...) Porque eu acredito que é essa a verdade. Nisso, ao menos, acreditei, durante muito tempo. Ainda não sabia o que sei hoje... não sabia que não há nada de que nos envergonharmos na vida. Só a vileza é vergonhosa, pela qual o homem não se pode entregar, nem se atreve a aceitar os sentimentos. É quase uma questão de honestidade. E na honestidade eu acredito. Na desonra não se pode viver. "

In "A mulher Certa " , Sándor Márai

2 comentários:

FCordeiro disse...

??????

Martita disse...

FCordeiro,

Parece que está aqui a explicação para muita gente fugir ao amor. A vergonha que tem de si próprio. Mas afinal - e sendo o mais popular possivel- vergonha é roubar e ser apanhado... :)
No final de contas, a minha conclusão é, nada de vergonhas, nada de macacóides e toca a amar como se não houvesse amanhã ;)

Boa Páscoa...com muitos doces, sem qualquer tipo de vergonha e com muito amor à mistura !