14 agosto 2007

Sei que sabes que sim

Sei que sabes que sim
E que para mim
És o mundo lá fora
Não há nada a fazer
Nem nada a dizer
Aqui e agora

Deixa à volta o mundo
Vai ser o que o tempo entender
Nem tu tens de o dizer
Só tens de o sentir
Se Sabes que Sim
e que para mim
És o mundo lá fora

Sei que és parte de mim
Estarás sempre aqui
Sei que não demoras
Não há nada a fazer
Nem nada a dizer
Aqui e agora

Olha para mim
Se estiveres a fim
Falamos depois
A qualquer hora

Olha para mim
Tudo tem um fim
Vemo-nos depois
Vemo-nos depois
[...]

1 comentário:

Debby disse...

O que andas a fazer rapariga? A tentar tirar o lugar da Isabel Figueira? Vamos lá ver vamos. Apesar de ñ quereres dizeres nada a ninguem, vou estar de olho em ti